cordas vocais

a garganta é uma represa
de tudo que não pode ser dito

sumidouro de palavras que
percorrem na boca o véu dos
insumos infinitos

um epitáfio do silêncio
e a permanência do assombro
no espelho orvalhado
das manhãs

por isso as flores acolhem
na beleza os colibris com seus
beijos azuis convertidos ao
sabor do pólen

lentamente

(ls – da série poemas vermelhos)

VOZES DISSONANTES
Um dos espetáculos mais emocionantes que assisti nesses cinqüenta e um anos errantes (porém certeiros) foi o de Denise Stoklos, Vozes Dissonantes. Um monólogo de impermanências diante de uma compulsiva realidade mundial. Uma realidade de constante rendição à ditadura das coisas visíveis. Quem compreende a vida pela importância da larva que passa pela inadequação do sangue em nossas veias entupidas por uma gorda empáfia... não ouve, não vê, nem sente.

RESISTÊNCIA
Sempre estive nas trincheiras dos que resistem. Por isso não engulo pedras nem guardo mágoas. Por isso nem mesmo na dor sou amargo. Resistir, sobretudo, é manter-se terno e rijo ao mesmo tempo. Resistir com arte, sobretudo, tendo a palavra como pena de um pergaminho em coletas mensuradas no acaso...

FRASES DA MINHA VIDA
Sempre trago comigo algumas palavras que mantive no meu aprendizado de mundo. Como as do comandante Augusto César Sandino: “Não me rendo. Não me vendo. Tenho que ser vencido.”

EM JULHO
Ficou para julho a minha participação no instigante evento do Espaço Psi, a convite da amiga, poeta e psicanalista, Lúcia Wanderley. Ainda não entendi direito a proposta, mas aceito o mergulho pela seriedade e pelo caráter irrepreensível da amiga Lúcia e das pessoas envolvidas. Vou ler meus poemas e conversar com quem, diante da usura intelectual dos nossos dias, prefere o prazer do partilhamento.

ENTRE VISTAS
Minha amiga querida, Maúde Viscardi, diz que não sou calmo, mas contido. Aprendi a admirar ainda mais minha amiga a partir desta descoberta. Realmente, sou um eterno explodir de lavas. Coisas que petrifico em palavras para uma eternidade de instantes. Esta semana fui entrevistado pela amiga Reny Barroso para a revista Alternativa Nordeste. Conversamos sobre os véus da minha presença no Nordeste e a permanência de musgo que mantenho com os músculos do espírito. Confira!

ÁGUAS DE JUNHO
A programação dos festejos juninos aqui na capital da Paraíba não agrada os mercadores de tróia. E acho que nem mesmo mercadores gregos. Na verdade, não agrada os mercadores. Como disse em e-mail distribuído por aí, é um evento que prima pelo bom senso de uma política cultural comprometida com a preservação do patrimônio imaterial da cultura nordestina. Como disse ainda, “uma festa popular sem concessões ao grotesco, ao mau gosto, ao desrespeito à diversidade humana... uma festa popular com responsabilidade de política pública.” Enfim, de 21 à 29 de junho o velho, charmoso e histórico Varadouro abrigará a poesia de uma guerrilha cultural ativa. Confira!

DICA DA NEUZA
Neuza Pinheiro é uma artista de alma livre. Mandou uma dica que aqui registro. Bóra ver com olhos leitores. Confiram!

Comentários

Jacinta Dantas disse…
Sempre é tão bom te ler. Home, escuto sua frase e reflito: "não engulo pedras nem guardo mágoas". É tudo que eu também tenho buscado.
Boa semana e obrigada pelas belas letras que me proporciona.
Um abraço
Clarissa Marinho disse…
"por isso as flores acolhem
na beleza os colibris com seus
beijos azuis convertidos ao
sabor do pólen"
ô homem pra escrever bem!hehehe
=*
Bill Stein disse…
Gostei mesmo muito.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/
Bill Stein disse…
Gostei mesmo muito.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/
ei, bróder, a festa da proxima semana não foi feita pra mercadores, peixe!
Jeanete Ruaro disse…
Pois foram justamente as águas de junho, para ser exata, dia de São João, que os olhos desta que te escreve se abriram pela primeira vez fora do útero materno. Algum dia ainda vou para Paraiba só para festejar uma semana inteira. Teu blog está de alto gabarito e tua poesia moderna e sem meias palavras ótima. Obrigada por me dar notícias.
Abraços

Postagens mais visitadas deste blog