inconclusivo


vida
palavra que não
adjetiva

maiúscula ou minúscula
antes ou depois
da vírgula

viga icônica
dos sentidos

sopro que às vezes
dói

outras vezes libido
de pássaro

solamente

f
.....l
.........u
.............i


(poema vermelho – lau siqueira)

LUIZ FERNANDO PRÔA
O querido poeta Luiz Fernando Proa nos convida para caminhar pela Paz e contra a Hipocrisia, no próximo dia 8, domingo, às 14 horas, em Copacabana, no Rio de Janeiro. Toda a nossa solidariedade ao amigo poeta! Luiz vive momentos tristes para todos nós e, certamente, a maior provação da sua vida. Seu filho, viciado em crack, matou uma amiga que queria apenas ajudá-lo. Essa marcha é de todos nós! Somos poetas de uma sociedade em guerra consigo mesma. Se alguém desejar receber a carta comovida, lúcida, doída, sobretudo sincera, do poeta Luiz Fernando Prôa convocando a manifestação, encaminhe o pedido para
lausiqueira@yahoo.com. Que esta luta seja de todos e todas nós.

55ª FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE
Saiu a programação. Estarei dia 12, às 19h, no Armazém A1 do Cais do Porto, com Laís Chaffe, Edson Cruz e Estrela Ruiz Leminski no sarau Cidade Poema. Para conferir a programação completa, entre no link
http://www.feiradolivro-poa.com.br/programacao.php

POESIA E AS NOVAS MÍDIAS
Se estivesse pelo Rio, jamais deixaria de fazer esse curso oferecido pelo André Vallias. Maiores informações no site Pólo do Pensamento
www.polodepensamento.com.br Veja o programa: 10/11: Poesia Concreta. Ideograma, alfabeto fonético e a pós escrita; 17/11: Os primeiros poemas feitos em computador. Permutação, recursão e cibernética; 24/11: Do poema semiótico à poesia genética. A biologia da comunicação. 01/12: Nomadismo, oralidade e pluri-linguismo no espaço “ciberal”. Os bastidores de um poema interativo.

PAPOESIA
Já Faz algum tempo que as turmas de Letras da UFPB são apresentadas à minha “indigência poética” (como diria Francisco Carvalho). Tenho vendido livros (a preços popularíssimos) aos alunos. Dia 6 próximo, a convite do professor Amador Ribeiro Neto, também poeta, crítico e doutor em semiótica, vou encontrar as turmas, para um bom papoesia.

A POESIA DE JOSÉ MARTÍ

Tudo é formoso e constante,
Tudo é música e razão,
E tudo, até diamante,
Antes da luz, é carvão.

Sei que o néscio se enterra
Com grande luxo e pranto, -
Mas não há fruta na terra
Como a do campo santo.

Calo, entendo, e me dispo
Da pompa do rimador:
Penduro em arve sem viço
Minha cabeça beca de doutor.

(do livro Versos Singelos, do cubano José Martí traduzido pelo poeta gaúcho Sidnei Schneider. Deste livro surgiu a letra de uma das canções mais populares do mundo, Guantanamera.)

Comentários

Jorge dos Santos disse…
gostei de ter conhecido seu blog.

convido-lhe para que veja o meu. é sobre poesia imaginética e seu ato.

http://amaquinadaspalavras.blogspot.com/

abraços


Jorge
Navegando sem ruma com a intenção de divulgar o meu blog, cheguei até você e gostei do que vi, tanto que pretendo voltar mais vezes. No momento estou impedida de fazer leituras muito extensas, pois a claridade da tela do computador está prejudicando um pouco a minha visão, devo tomar cuidado. Em breve resolverei esse problema. Bem, já que estou aqui aproveito para convidar a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Eu como professora e pesquisadora acredito num mundo melhor através do exercício da leitura e enauqnto eu existir, vou lutar para que os meus ideiais não se percam.
Se gostar da minha proposta, siga-me.
Por hoje fico por aqui, Espero nos tornarmos bons amigos.
Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre.
Saudações Florestais !
Lílian Maial disse…
Estive lá, com o Prôa. Não pude ficar, fui apenas para um abraço. Pena que foi pouca gente, para a grandeza do movimento.
Ah! Faltava vc!

Postagens mais visitadas deste blog