Translate

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

inconclusivo


vida
palavra que não
adjetiva

maiúscula ou minúscula
antes ou depois
da vírgula

viga icônica
dos sentidos

sopro que às vezes
dói

outras vezes libido
de pássaro

solamente

f
.....l
.........u
.............i


(poema vermelho – lau siqueira)

LUIZ FERNANDO PRÔA
O querido poeta Luiz Fernando Proa nos convida para caminhar pela Paz e contra a Hipocrisia, no próximo dia 8, domingo, às 14 horas, em Copacabana, no Rio de Janeiro. Toda a nossa solidariedade ao amigo poeta! Luiz vive momentos tristes para todos nós e, certamente, a maior provação da sua vida. Seu filho, viciado em crack, matou uma amiga que queria apenas ajudá-lo. Essa marcha é de todos nós! Somos poetas de uma sociedade em guerra consigo mesma. Se alguém desejar receber a carta comovida, lúcida, doída, sobretudo sincera, do poeta Luiz Fernando Prôa convocando a manifestação, encaminhe o pedido para
lausiqueira@yahoo.com. Que esta luta seja de todos e todas nós.

55ª FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE
Saiu a programação. Estarei dia 12, às 19h, no Armazém A1 do Cais do Porto, com Laís Chaffe, Edson Cruz e Estrela Ruiz Leminski no sarau Cidade Poema. Para conferir a programação completa, entre no link
http://www.feiradolivro-poa.com.br/programacao.php

POESIA E AS NOVAS MÍDIAS
Se estivesse pelo Rio, jamais deixaria de fazer esse curso oferecido pelo André Vallias. Maiores informações no site Pólo do Pensamento
www.polodepensamento.com.br Veja o programa: 10/11: Poesia Concreta. Ideograma, alfabeto fonético e a pós escrita; 17/11: Os primeiros poemas feitos em computador. Permutação, recursão e cibernética; 24/11: Do poema semiótico à poesia genética. A biologia da comunicação. 01/12: Nomadismo, oralidade e pluri-linguismo no espaço “ciberal”. Os bastidores de um poema interativo.

PAPOESIA
Já Faz algum tempo que as turmas de Letras da UFPB são apresentadas à minha “indigência poética” (como diria Francisco Carvalho). Tenho vendido livros (a preços popularíssimos) aos alunos. Dia 6 próximo, a convite do professor Amador Ribeiro Neto, também poeta, crítico e doutor em semiótica, vou encontrar as turmas, para um bom papoesia.

A POESIA DE JOSÉ MARTÍ

Tudo é formoso e constante,
Tudo é música e razão,
E tudo, até diamante,
Antes da luz, é carvão.

Sei que o néscio se enterra
Com grande luxo e pranto, -
Mas não há fruta na terra
Como a do campo santo.

Calo, entendo, e me dispo
Da pompa do rimador:
Penduro em arve sem viço
Minha cabeça beca de doutor.

(do livro Versos Singelos, do cubano José Martí traduzido pelo poeta gaúcho Sidnei Schneider. Deste livro surgiu a letra de uma das canções mais populares do mundo, Guantanamera.)

3 comentários:

Jorge dos Santos disse...

gostei de ter conhecido seu blog.

convido-lhe para que veja o meu. é sobre poesia imaginética e seu ato.

http://amaquinadaspalavras.blogspot.com/

abraços


Jorge

Silvana Nunes .'. disse...

Navegando sem ruma com a intenção de divulgar o meu blog, cheguei até você e gostei do que vi, tanto que pretendo voltar mais vezes. No momento estou impedida de fazer leituras muito extensas, pois a claridade da tela do computador está prejudicando um pouco a minha visão, devo tomar cuidado. Em breve resolverei esse problema. Bem, já que estou aqui aproveito para convidar a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Eu como professora e pesquisadora acredito num mundo melhor através do exercício da leitura e enauqnto eu existir, vou lutar para que os meus ideiais não se percam.
Se gostar da minha proposta, siga-me.
Por hoje fico por aqui, Espero nos tornarmos bons amigos.
Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre.
Saudações Florestais !

Lílian Maial disse...

Estive lá, com o Prôa. Não pude ficar, fui apenas para um abraço. Pena que foi pouca gente, para a grandeza do movimento.
Ah! Faltava vc!