terça-feira, 8 de dezembro de 2009

poemas noturnos


as folhas do coqueiro
não dormem

balançam o sono
do quintal

(poema do meu livro, o Guardador de Sorrisos, Trema Edições, 1998)

ARTE EM TODA PARTE
Estive em Olinda sábado passado, visitando alguns ateliês do projeto Arte em Toda Parte. O Movimento da Ribeira, levado pelos artistas plásticos da cidade há 45 anos, propõe a abertura de todos os ateliês, para estudantes, artistas, turistas, pessoas interessadas em arte. E eles ficam lá conversando, atendendo o público. Como Luciano Pinheiro e a genial Guita Chafifker. É muito lindo! Olinda é uma cidade que respira cultura, o ano inteiro. Uma cidade que luta, também, contra as suas mazelas tem no patrimônio histórico e na arte um dos vetores mais importantes do seu desenvolvimento. Preservar é preciso!

ENCONTRO DE COCOS
A cidade de João Pessoa sedia o I Encontro de Cocos do Nordeste, promete. Estarão reunidos cantadores, tocadores e dançadores de diversos municípios da Paraíba e Pernambuco, além de grupos convidados do Rio Grande do Norte, Ceará e Alagoas. Os mestres terão voz, contando suas experiências. Palestras, debates, exibição de vídeos, apresentação pública de grupos no Busto de Tamandaré, em Tambaú e na Praça Antenor Navarro – Centro Histórico. De 10 à 12/12, nas manhãs e tardes as atividade acontecem no Hotel Ouro Branco, em Tambaú. Alguns grupos que se apresentarão não usam instrumentos, fazem a percussão com os pés ou, no máximo, ganzás. Será a oportunidade, por exemplo, de conferir o maravilhoso coco Zambê, de Timbaú do Sul (RN).

O GUARDADOR DE SORRISOS
Acho que meu livros foram, assim, atitudes fora do tempo exato. Se era feliz no título, às vezes, nem tanto sempre nos poemas e nos cuidados gráficos. Talvez porque a poesia, pra mim, tenha sido sempre um eterno garimpo de possibilidades. Na palavra e fora dela. Não tenho mais um único exemplar do meu livro o Guardador de Sorrisos, lançado pelo projeto Trema Editorial, em 1998. Mas, é possível, a partir do Poesia Sim, acessar todos os seus poemas em PDF. É só clicar aqui:
http://www.revista.agulha.nom.br/lauguardador.pdf

O GUARDADOR DE SORRISOS I
Certamente que muitos dos poemas que lá estão eu não publicaria novamente. Os meus critérios nunca foram os mais coerentes quando da publicação de um livro. Elimino poemas não tão ruins em detrimento de outros que me pareçam mais inovadores, mesmo que questionáveis. Aliás, adoro os poemas que, de alguma forma, me colocam em xeque comigo mesmo. O Guardador de Sorrisos é um livro cheio de equívocos, como quase todo livro de poesia. Mas, também é lá que guardei poemas significativos, que estarão comigo pelo resto dos dias. Se tiver paciência, confira!

JORNAL A VAIA
Um dos periódicos alternativos mais interessantes do país, em circulação atualmente, certamente, é o jornal A Vaia, editado pelo amigo Fernando Ramos. Um espaço onde podemos encontrar relíquias como as que você pode imprimir e guardar, ou simplesmente deixar nas gavetas da web, disponível para mais e mais interessados. Confira:
http://www.jornalvaia.com.br/imagens/Vaia_19br.PDF

OS POETS
Publiquei um texto no blog Pele Sem Pele e enviei para minhas colunas no Portal Cronópios e El Theatro, sobre o grupo gaúcho Os PoETs. Formado por três poetas dos bons, Ricardo Silvestrin, Ronald Augusto e Alexandre Brito, o grupo surpreende por apresentar uma performance referenciada no rock dos anos 60 e na simplicidade enquanto elemento de condução da palavra na expressão poética. Algo tão difícil que somente alguns gênios como Manuel Bandeira conseguem. Vale a pena procurar na rede, nos youtubes da vida, as performances dos PoETs. É possível, também, conferir o perfil que tracei do grupo no blog Pele Sem Pele:
http://lau-siqueira.blogspot.com

UM POEMA DE RICARDO SILVESTRIN

Lendo poemas novos,
meu irmão me mostra
pela janela do escritório.
No galho mais alto,
em ninguém pra atrapalhar,
o passarinho come um figo.
Não escrevi,
mas é um haicai.


(Porto Alegre, 16 de março de 2002. Poema do gaúcho Ricardo Silvestrin, no livro O menos vendido. Nankin Editorial, 2006)

5 comentários:

guru martins disse...

...grande Lau
por aqui é tudo
muito bom
rápido
rasteiro
intenso
aprisionador
leve
solto
e profundo
como deve ser
então vamos
batendo uma bolinha

aquele abraço
http://balaiodasletraseoutrasdoguru.blogspot.com/

Isabel disse...

Gostei dos seus «poemas nocturnos». Muito expressivos!

Saudações poéticas,
Isabel Montes

Ana disse...

Adorei o "poemas noturnos"!

beijos!

mudança disse...

Gostei dos seus «poemas nocturnos»

Marcia

vidro temperado disse...

poemas lindos

Fatima