sábado, 24 de abril de 2010

leminskiagem











passo pelo mundo
ancorado numa coragem
que desconheço


sei lá de que lado está
meu avesso
 (Lau Siqueira – do livro Texto Sentido)


JOSÉ EDUARDO AGUALUSA
Uma das frases mais conseqüentes que já li acerca da relação do jovem com a leitura, foi numa entrevista do escritor angolano José Eduardo Agualusa, em entrevista à revista Discutindo Literatura, número 15. Confira: “Se o adolescente se interessa por pugilismo, ele tem que ler um livro sobre isso. Acho que a paixão é o grande motivador para a leitura, e a dificuldade do educador, às vezes, é identificar e encontrar paixões em seus alunos. Eles têm que descobrir que a literatura também é uma grande paixão em si, e o grande erro que se faz é forçar as pessoas a ler o que não querem, o que torna o hábito de leitura muito chato para esses adolescentes. A literatura tem que ser uma festa para ele, tem que ser bom, se não afasta mesmo.”



POESIA BEM NA FOTO
O projeto Cidade Poema, coordenado pela amiga e escritora gaúcha Laís Chaffe, cumpre mais uma etapa com a exposição de fotos de Fernanda Bigio Davoglio (http://www.fernandafoto.com/) com poemas de José Eduardo Degrazia, Paula Taitelbaum, Celso Gutfreind, Diego Petrarca, Laís Chaffe, Augusto Franke Bier, Ricardo Silvestrin, Alexandre Brito. Saiba mais sobre o projeto no site http://www.cidadepoema.com/ . A exposição estã no Espaço Cultural dos Bancários, na rua General Câmara, 424 – Porto alegre-RS, até o dia 30 de maio. O projeto é uma pintura!



LANÇAMENTO EM QUEIMADAS
Uma cidade do interior da Paraíba vem se destacando pela promoção da literatura. Boqueirão, a Cidade das Águas. Depois da FLIBO (Feira Literária de Boqueirão) realizada recentemente, com muito sucesso. Agora a Associação Boqueirãoense de Escritores – ABEs acaba de lançar EM Queimadas-PB, a coletânea “Novos Poetas do Cariri Paraibano”. A ABES dá exemplo de organização e dinamismo aos escritores paraibanos e brasileiros. A divulgação das atividades da Associação tem sido muito bem conduzida pela poeta e estudante de jornalismo Mirtes Walesca Sulpino http://mirteswaleska.blogspot.com/ .

ROTEIRO DE VIAGEM
Recebi do amigo Carlos Pessoa Rosa, a dica de um site de literatura de língua portuguesa com um conteúdo bastante denso. Confira: http://www.pnetliteratura.pt/
POEMA DE LIANA TIMM




o amor é como um gato
comedido
seduz ronronando
bote
aconchego mito


por isso desperta
grito


(Gato, poema da gaúcha Liana Timm, do livro Água Passante.)

2 comentários:

susannah disse...

Esse poema já tá no meu caderninho, depois daquele dos tigres livres que restaram (que é fantástico), este merece destaque. Vai ver os tigres escreveram este, depois de tudo...

poesia se quer disse...

desconhecido cais
onde a coragem ancora

frágeis cordas
contra ondas insanas

do avesso
sabemos das velas

ventos fortes soprando