1965





rabisquei
poemas
e insultos
nos muros

quem dera

meus olhos
de menino
tão verdes
tão puros

nas mãos

fechadas
butiás
maduros

(do livro O Guardador de Sorrisos – Lau Siqueira)

MIRADAS DE AGOSTO
Terminou o Agosto das Letras (evento literário da FUNJOPE) com um saldo altamente positivo. Todo evento desse porte agrega momentos agradabilíssimos. Por exemplo, na última sexta saí para jantar com o poeta Edson Cruz que veio lançar o livro “O que é poesia”, Constança Lucas que trouxe uma exposição e uma oficina de Poesia Visual e Lúcia Rosas, do projeto Dulcinéia Catadora que também trouxe a sua oficina. Antes, fomos visitar a exposição de Abelardo da Hora na Estação Ciência Cultura e Artes. Depois fomos experimentar as delícias do restaurante Meio do Mangue, em Cabo Branco e um papo de velhos amigos que se viam (no caso de Lucia e Constança) pela primeira vez. Gente talentosa e generosa faz da vida uma experiência sempre mais densa.

NAS ASAS DA DULCINÉIA
Tenho um imenso prazer em participar do projeto Dulcinéia Catadora, coordenado por Lúcia Rosas. Nomes bastante representativos da literatura contemporânea brasileira também estão por lá: Haroldo de Campos, Glauco Mattoso, Manuel de Barros e Alice Ruiz, entre outros e outras. Soube através de Lúcia que meus livros publicados pelo projeto estão sendo espalhados pelos Estados Unidos. Um exemplar deles está na biblioteca da universidade de Wisconsin-Madison, como livro especial. Também existem alguns exemplares nas bibliotecas das universidades de Harvard, Princeton e Indiana. Quem não conhece o projeto Dulcinéia Catadora, deve dar uma voltinha por aqui: web.me.com/marcoslrosa/dulcineiacatadora Vale a pena.

VICTOR RAMIL
Sinceramente pouco conhecia a obra musical de Victor Ramil que fez um show maravilhoso no Ponto de Cem Réis, no sábado, como atração do projeto Agosto das Letras. Momentos de puro encantamento para um público, infelizmente, bastante reduzido.

FRANCC NETO
Abre neste dia 2 de setembro, na Estação Ciência Cultura e Artes, a exposição do artista plástico Francc Neto, cuja apresentação do folder tive a honra de escrever e está no meu blog, Pele Sem Pele: http://www.lau-siqueira.blogspot.com/ . Quem estiver por João Pessoa precisa conhecer a obra deste artista que usa o fogo, o tempo e a espiritualidade como elementos centrais da sua obra.

AGOSTO PRA TUDO
O riso foi geral quando um editor conhecido comparou suas belas agendas poéticas encalhadas, portando seus “poemas maravilhosos”, com as agendas da Tribo que chegavam a ter tiragens de 100 mil exemplares, publicando poemas de estudantes universitários e poetas desconhecidos. Todos olharam pra mim que venho publicando meus poemas na Tribo há anos. Eu ri, mas o negócio é sério.

UM POEMA DE AFFONSO ÁVILA


O poeta falava e as pessoas ouviam atentamente
O poeta falava e as pessoas costumavam ouvi-lo atentamente
O poeta falava e as pessoas costumavam ouvi-lo com alguma atenção
O poeta falava e as pessoas às vezes o ouviam com alguma atenção
O poeta falava e algumas pessoas o ouviam com alguma atenção
O poeta falava mas raras pessoas o ouviam com alguma atenção
O poeta falava e as pessoas já o olhavam sem ouvir
O poeta mal fala e as pessoas já abrem a boca em fastio
A ATITUDE DIANTE DO POETA É UM BOCEJO


(Transcrito de Discurso da difamação do poeta, do poeta mineiro Affonso Ávila)

Comentários

Linaldo disse…
parabéns pelo agosto das letras. a virose me derrubou, mas fiquei feliz pelo sucesso do evento. abraços, poeta
Álvaro Andrade disse…
Há um tempo não passava por aqui, mas vejo que ainda está em forma (com o perdão da piadinha infame). rs

Quanto ao último poema, será que os poetas (e seus poemas) não estão se tornando uns chatos?

pensemos.

grande abraço.
Roseli disse…
Foi um final de semana com vários eventos, mas eu fui parte do reduzido público que se deliciou com o Victor Ramil, e com a chuva. Ver butiás maduros através de olhos, puramente, verdes, deve ser de, nunca se esquecer.

Roseli
O Druida disse…
Mestre,

Sou um homem cético em relação aos poetas de blogs. Sempre imagino que tem os "poetas" de momentos para conquistar a webcam das carentes.

Tiro o chapéu para sua pessoa e com isso, eu estou acreditando que ainda existe seres humanos que não são apenas momentos..Parabéns, Mestre Lau.

Postagens mais visitadas deste blog