sábado, 5 de fevereiro de 2011

cobaia







não existem feridas
que não cicatrizem
mas a marca funda
de um olhar amargo
dói como a dor de
um bicho esmagado

(Do livro O Comício das Veias, Ed. Idéia-PB, 1993)

EZRA POUND - Passam os anos, as décadas e penso que oABC da Literatura continua sendo um dos livros maism importantes de toda a minha vida, pelo que instiga no pensamento e na criação. Neste livro podemos encontrar ensinamentos maiúsculos como nesta frase: “Estou firmemente convicto de que se pode aprender mais sobre poesia conhecendo e examinando realmente alguns dos melhores poemas do que borboleteando em torno de um grande número deles.” (Tradução de augusto de Campos).

I CONCURSO LITERÁRIO SELETA CULTURAL - Até o dia 31 de março estarão abertas as inscrições para o I concurso Literário Seleta Cultural, da Livropronto Editora e concorra a outras premiações. A Livropronto premiará 3 obras, de qualquer gênero com o patrocínio da publicação e impressão da primeira tiragem (para o primeiro colocado) que será distribuída aos autores concorrentes. Os interessados devem enviar material digitado em formato doc ou pdf para livropronto@livropronto.com.br (assunto: I CONCURSO LIVROPRONTO). A única exigência para a inscrição é a aquisição de um ou mais livros da LivroPronto Editora, adquiridos exclusivamente em seu site, no valor mínimo de R$ 49,80. O texto inscrito deverá ser inédito. A Seleção será feita por votação aberta (e única) de todos que acessarem os textos na área Seleta Cultural no site da Editora. Regras e maiores detalhes na Seleta Cultural em www.livropronto.com.br/seleta

POEMA DE LEONARDO GANDOLFI




Quando nos encontramos também
encontramos duas vezes a morte.
Uma no passado, a da sua avó.
Outra no futuro, a da minha mãe.


O sinal não abre, estou atrasado
e acho que está claro ou tem ficado
que o problema não chega a ser
a nossa morte mas a dos outros.


Foi isso que nos aproximou,
será isso que nos afastará?
O sinal abre e amanhã é sábado
e se o tempo ajudar queira ir à praia.

(Canção, poema de Leonardo Gandolfi, do livro a Morte de Tony Bennett, Lume Editor)

Um comentário:

Anne disse...

Na poesia, assim como na música, o Bom é atemporal. Talvez essa seja uma caracteristica da arte, talvez da própria bondade.

Parabéns pela poesia, Lau, principalmente por não deixá-la apenas no papel ;)