Translate

sexta-feira, 29 de abril de 2011

memorial
da lua





a madrugada
recolhe pequenos
ruídos do vazio


ecoa no medo
dos que dormem
ao relento


neste dia
que nunca
amanhece

(poema vermelho – lau Siqueira)


PORTO ALEGRE - Viajo na próxima terça, dia 3 de maio, para Porto Alegre, onde lanço livro dia 5, às 20h, na Casa de Cultura Mário Quintana. Na verdade a minha poética realidade exige que as coisas sejam ajustadas dentro do bom senso, para o deleite das minhas necessidades. Depois de mais de dez anos com apenas 15 dias de férias, a ida ao sul alia-se com motivos vários. O principal deles, rever minha família. O lançamento lá é conseqüência disso tudo. Breve, por aqui, informo horário e local.


LANÇAMENTO EM CURITIBA - Em Curitiba o lançamento acontecerá num local bacana, criado por artistas para convivência de artistas e intelectuais curitibanos. Será no Brooklyn Café http://www.brooklyncoffeeshop.com.br/site/?page_id=2 . No mesmo horário e local vai acontecer, também, o lançamento do jornal Memai, de Cultura Japonesa. Sou extremamente grato à poeta e amiga Marília Kubota que convidou para o lançamento e fez todos os movimentos para que ele acontecesse.

MARÍLIA KUBOTA - Marília é poeta e jornalista, uma das integrantes da importante antologia Poesia Brasileira do Início do Terceiro Milênio, lançado em Portugal. Neste episódio que culmina com o lançamento do livro Poesia Sem Pele em Curitiba, se revela também uma pessoa extremamente generosa. Na medida do possível, vamos realizando outros lançamentos, seja na periferia da cidade onde moro, seja em Budapeste. Claro, com ajuda de Buda e consentimento da Peste. O que interessa nos lançamentos é a comunhão que fica, a partir da vivência literária repartida.


POEMA DE EDSON BUENO DE CAMARGO






tu tens uma sede de vidro
que tomas da sombra de meu ombro esquerdo
e ouvido

teu sexo aberto em flor
convida a mergulhar abismos remotos
em vermelho calor


espuma o mar em meus lábios
o sal do consorte amigo
o cetro sem culpa dos homens poetas


teu cavalo
montaria sem tréguas
centauro místico
onda rebentando na praia
cópula dos sentidos

(cópula, poema de Edson Bueno de Camargo, no livro Cabalísticos. Editora Multifoco-RJ, 2010)

4 comentários:

Daniela Damaris... disse...

Boa noite. Indiquei seu blog ao Prêmio Versatilidade. Uma brincadeira entre blogueiros pra elencar os espaços que mais agradam. Caso queira aceitá-lo, visite meu blog e copie o selo.

Abraço e bom fim de semana!

Débora Sader disse...

Adorei seu blog! Parabéns! Já sou seguidora :) Também tenho um blog de poesias, ESPAÇO POÉTICO. Se quiser conhecer, seja muito bem-vindo!
www.deborasader.blogspot.com

Teresa disse...

Maravilhoso!
Uma prova de que ainda tenho muito que trabalhar :)

Teresa disse...

Parabéns pela sua maravilhosa poesia! É uma verdadeira prova de que ainda tenho muito que trabalhar :)