Translate

domingo, 20 de maio de 2012

porto
de partida



o limite
guarda o infinito

onde o mar e o rochedo
fundem o tempo e a
coragem vence o medo

onde habitam as verdades
do arco-íris

os beijos invisíveis do ar e os
caules duvidosos do homem

perfurando elos ecos ocos

e um pampa imerso no olhar
onde as memórias deflagram
ruidosos silêncios

sob nuvens apressadas

o limite
onde tudo começa


(poema vermelho – lau siqueira)


 A IMAGEM DA PALAVRA – Começou no dia 10 de maio e vai até o final do mês a exposição “A IMAGEM DA PALAVRA”, reunindo artistas plásticos e poetas gaúchos, em Montevidéu – capital do Uruguai. Me alegra estar entre poetas e artistas plásticos como Carlos Nejar, Liana Tim, Ío, Carpinejar, Alexandre Brito, Nei Duclós, Achutti, Armindo Trevisan, Elaine Tedesco. Nesta exposição, meu poema Curupira inspira a obra de Ío. A promoção é do Instituto Estadual do Livro do Rio Grande do Sul e da Secretaria de Cultura dos Pampas, cujo secretário é o grande escritor Assis Brasil.

AUGUSTO DE CAMPOS – No próximo dia 27 um dos nomes mais expressivos da poesia mundial, o brasileiro Augusto de Campos estará na Casa das Rosas – o templo da literatura brasileira – respondendo uma provocação do poeta Edson Cruz: O QUE É POESIA? Certamente que, também, protagonizando um dos momentos mais importantes da cena cultural brasileira neste início de século. Digo: milênio...

POEMA DE RUI KNOPFLI


Eis-me, por vezes – não poucas
- o gáudio e a troça
dos meus contemporâneos. Homens
de senso, não lhes faltará razão
e oportunidade para o látego
de um sorriso acerbo mas justo.

O soldado de passo sempre trocado
é o gozo escapista da tropa perfilada.

Na noite distante dos tempos
molossos de maxila ensanguentada
dilaceram à toa
o corpo do velho grego.

(O passo trocado, poema do moçambicano Rui Knopfli. Editora UFMG. Organizador, eugênio Lisboa)

Nenhum comentário: