Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012
silêncio pelo que
sobrou do infinito




durante o sono vejo
um rosto estranho ao
teu rosto e um sonho
de um outro rosto
repetindo sem parar
o teu nome
( e nome é uma espécie
de carimbo digital que em
tudo aparece mas nenhum
nome se parece
exatamente com este
homem

) o homem é
o vôo muito além do
pássaro

... e o pássaro é o homem
em seu nome

08.10.12( Ernesto Che Guevara foi morto no dia 08.10.67 - este poema é pra sua memória. Enquanto seus inimigos comemoravam sua morte, sua história
começava a tomar gosto pelo infinito)


COLETÂNEA DE POETAS DO RIO GRANDE DO SUL – A Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul vai publicar uma coletânea com 80 poetas gaúchos. Depois te ter meus poemas incluídos na antologia Moradas de Orfeu, lançada em Florianópolis pela Editora Letras Contemporâneas, com poetas do RS, PR e SC, fico feliz de ver meus poemas serem incluídos também nesta coletânea de poesia gaúcha contemporânea.

MINHA RELAÇÃO POÉTICA COM O RIO GRANDE – Escrevo poemas desde menino, …