Translate

sábado, 25 de julho de 2015

MÃE D'ÁGUA


da janela
o mundo se espalha
e se espreguiça


a tarde brisa
num horizonte
lento

a vida vai passando
em suas estradas


e mais nada


(Lau siqueira)

Nenhum comentário: