Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015
CANÇÃO DE AMOR
ÀS TEMPESTADES


não sinto saudades
do que me faz falta
nem de ausência
que permanece

porque o mundo inteiro
desaba em tempestades
mas o sol sempre nasce

quando sinto saudades
reviro memórias e recolho
as melhores sementes

porque mesmo quando
tudo falta ainda há
o que brota

o que diante do sim
e do não

é cio 

não se permite
nem se esgota

(Lau Siqueira)

LANÇAMENTO EM ARACAJU - No próximo dia 7 o meu Livro Arbítrio estará chegando em Aracaju-SE. O lançamento acontecerá na I Feira da Leitura e do Livro de Sergipe, às 20 horas, no Estande da Livraria Escariz. Antes disso, haverá um lançamento triplo em Curitiba no Museu Guido Viaro, no próximo dia 24. Também às 20 horas. O Livro Arbítrio estará ao lado de Micrópolis, da paranaense Marília Kubota e Febre Terçã, da catarinense Vássia Silveira. Antes, no final do mês, tem o lançamento em Itabaiana-PB.


CÓDIGOS
o que há de ser dito

mesmo quando

impreciso



o que não é

viagem nem vício

o que nunca revela

o índice além do

indício


o que repete

o fim

desde o início


(…
RECEITA PARA AMAR
AS CIGARRAS
a liberdade é um rio
um peixe um vento
tem suas leis
seus códigos
aventuras inevitáveis coisas que conjugam
a vida fora do ninho
no mais nenhuma palavra escrita
nenhuma imposição de nada
custo nenhum ao sujeito
todavia é preciso tolerar o disperso
mesmo quando verso
é preciso deixar
os chinelos na areia
um olho na babilônia
caminhar pela aldeia
saber que a lua
é inteira
mesmo quando meia
(Lau Siqueira)


MOÇAMBIQUE - Foi em Maputo que nasceu a antologia Arqueologia da Palavra e Anatomia da Língua, organizada pelo poeta Amosse Mucavale e que reúne poetas de todos os países de Língua Portuguesa. Ele teve a generosidade de me incluir. Agora retorno à Moçambique nas páginas da revista DEBATE. E assim, só aumenta minha vontade de conhecer Moçambique.

SOBRE A CRÍTICA DE AMADOR - O poeta Amador Ribeiro Neto é também crítico literário. Doutor em semiótica e professor da Universidade Federal da Paraíba. Sempre contundente e extremamente honesto, Amador é do tipo de crítico que não tem papas…