Translate

quarta-feira, 26 de julho de 2017

CHAPÉU PANAMÁ



Não sou um índice. Operário
do que não sei.

Fruto do que nunca aprendi por
escolher a inquietude - amiúde.

Vivi nas margens, mas nunca
escorreguei nas beiras.

Nunca tive a vida por inteiro
por devorá-la aos pedaços.

Com os mesmos herméticos
cansaços...

Menestrel de incompreensões
com sandálias de couro cru e
chapéu Panamá.

Bah!

Andando como se anda quando
a busca é a própria estrada.

Mais nada!



Lau Siqueira

Nenhum comentário: